A primeira etapa: aceitar e amar uns aos outros

Se quisermos avançar no caminho da cura e da evolução espiritual, devemos nos aceitar como somos, amar a nós mesmos e cuidar do nosso coração.


Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus”. Filipenses 4:6

Se alguma vez tentarmos esconder a felicidade ou o amor, provavelmente será algo muito estranho, difícil ou impossível de conter. Suprima ou subjugue certos sentimentos que nos fazem bem por dentro, fazem com que procedamos de maneira não natural.

O que é que nos faz esconder a tristeza ou a dor? Por que devemos nos mostrar ao mundo da melhor maneira possível? O que temos que esconder das pessoas ao nosso redor se não estivermos bem por dentro?

Publicidad


“O Senhor olha desde o céu; ele vê todos os filhos dos homens. De sua morada, ele observa todos os habitantes da terra; ele, que forma o coração de cada um deles; aquele que entende todas as suas obras" Salmo 33:13-15

Claro, o reflexo do nosso ser e do nosso interior se evidencia na forma como nos manifestamos (desde a roupa, a forma como agimos, andamos ou falamos). No mundo de hoje, ter uma postura positiva é recompensado com sorrisos e frases como “que bela energia você tem” ou “seu desempenho foi favorecido por sua atitude positiva”.

Que sentido faria então não ser capaz de lidar com nossos momentos críticos ou infelizes. Não devemos nos atormentar ou punir quando passamos por esses estágios de luto ou aceitação emocional.

Compreender que são transitórios e que nos permitirão fortalecer-nos no Espírito e no coração é o caminho que Deus deseja que percorramos.


“Nossos corações se alegram no Senhor; nós confiamos totalmente em seu santo nome". Salmo 33:21

Aceitar-nos como somos nos momentos em que a vida nos submete a circunstâncias ou acontecimentos que manifestam sentimentos de angústia. Se a situação ao nosso redor gerar tristeza, devemos abraçar nossa Fé, entregar nossos fardos e preocupações ao nosso Senhor e orar para receber o calor do Espírito Santo em nossos corações.

Graças a Deus que em Cristo encontramos as respostas para todas as perguntas e perguntas que viemos nos fazer. Não quebrar a confiança que temos em Deus é o pilar fundamental para podermos avançar em comunhão com a Fé.


"Aproximemo-nos, então, confiantes do trono da graça, para obter misericórdia e encontrar graça para o oportuno socorro". Hebreus 4:16

A confiança no Espírito Santo acaba sendo um escudo em situações angustiantes. Eles não apenas nos ajudarão a repelir esses sentimentos negativos, mas também nos darão a cura para nosso ser interior e nos deixarão predispostos a superar nossos medos e melancolia.

Não apenas para superar, mas também para criar uma base para poder abordar uma solução potencial para o conflito ou problema de outro lugar e de outra perspectiva. Esses fantasmas de medo e cegueira desaparecerão quando Deus nos iluminar e alimentar nossos pensamentos com sua luz.


“As pessoas que andavam nas trevas viram uma grande luz; para os que habitaram na terra da sombra da morte, a luz resplandeceu sobre eles”. Isaías 9:2

É muito importante entender e lembrar que do céu Deus Pai observa cada um dos problemas, tendo clareza e um projeto para cada um deles. Ele vê todos os seus filhos da mesma maneira e é por isso que compreende as dificuldades que possamos passar, sejam quais forem as razões que estejamos passando. Estamos sempre tratando de recorte de informações, processando parte do que percebemos e entendemos como um “problema”, uma afetação que não representa um obstáculo para outras pessoas ou para o próprio Pai Celestial.




Artigos anteriores

Não deixe que o tempo o prenda

Elimine a ansiedade de suas decisões

O caminho está cheio de verdades