A vontade de tomar a iniciativa

A energia vital e necessária para dar esse passo que está mais perto do que você pensa.


"Entre em seus portões com ações de graças; entre em seus tribunais com hinos de louvor; dê-lhe graças, louve seu nome" Salmo 100:4

Sempre que acendemos uma vela, ficamos hipnotizados observando o fogo e o movimento oscilatório produzido pelo vento na chama. Dentro deste mecanismo de combustão e atração, colocamos a esperança de que à sua luz possamos ter um abrigo ou um presente curativo que nos penetra e nos deixa repousar por um breve momento. Resumidamente, acabará e será consumido, chegando naquele momento em que devemos questionar se poderíamos aproveitar sua iluminação e calor para nos reconectar com o nosso ser e com o Espírito Santo. O resíduo deixado pelo consumo do fogo na vela é uma prova de como o tempo avança em nossa vida, gerando uma bela analogia sobre o fogo interior e o que deixamos cair.

Publicidad


"Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, desce do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação" - Santiago 1:17

Assim como à luz das velas depositamos Fé e esperança, uma porta pode ser uma oportunidade para mudar ou entrar em um novo lugar (ou já conhecido e desejado). A entrada para este lugar novo ou conhecido é o que nos permite tomar a decisão de "fazer ou não fazer". Não só a decisão de entrar é importante destacar, mas também o fato de ficarmos naquele local que queremos entrar. A entrada e o uso da porta nos remetem ao fato e ao sentido que é dado ao desejo de alcançar ou atingir uma meta.

Podemos nos impor à fé como meta? Não seria nada agradável considerá-lo uma obrigação ou um mérito. O Espírito Santo é valorizado e sentido a partir de um senso de fé e devoção para com nosso pai. Não adianta querer demonstrar nosso compromisso com Jesus contando o número de horas que assistimos à missa ou oramos.



"Eis que hoje vou pelo caminho de toda a terra, e tu sabes de todo o teu coração e de toda a tua alma que não faltou nenhuma das boas palavras que o Senhor teu Deus falou a teu respeito; todas elas se cumpriram, nenhum deles está faltando. E acontecerá que, assim como todas as boas palavras que o SENHOR, teu Deus, te falou, vieram sobre ti, da mesma forma o SENHOR trará todas as ameaças sobre ti, até que te destrua desta boa terra que o Senhor teu Deus te deu". Josué 23:14-15

Permanecer no caminho do Senhor com um vislumbre de sua grandeza e sua glória é a recompensa que devemos abraçar por ter a oportunidade de enriquecer nossas vidas pelo Espírito Santo.

Entrar no reino de Deus nos elevará a níveis infinitos dentro da Fé, crescimento interior e confiança absoluta na ação e sacrifício de Jesus. Sua presença nos acalmará para enfrentar os problemas e vicissitudes que surgem em nosso dia a dia, além de ter iluminação em nossos corações. Agradecer e compreender os outros confere apreço à obra do Senhor e nos permitirá entrar com todo o nosso ser e com maior gratidão nas portas do céu. Nunca fiquemos em dúvida, vamos experimentar esse lugar e receber a bênção de Deus Pai.




Artigos anteriores

Não deixe que o tempo o prenda

Elimine a ansiedade de suas decisões

O caminho está cheio de verdades