Celebrando a união com nossa família

O núcleo da família é o refúgio que devemos sempre proteger. Descubra como unir seus entes queridos no artigo a seguir.


"Haverá mãe que possa esquecer seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa esquecê-lo, eu não me esquecerei de você! Veja, eu gravei você nas palmas das minhas mãos; seus muros estão sempre diante de mim." Isaías 49:15-16

O convívio com nossas famílias é uma tarefa diária que exige muito de cada um de nós. Sem ir mais longe, devemos estar muito claros que para o Espírito Santo, a família é a comunhão mais importante que temos e que devemos cuidar.

Eles são a nossa rede de apoio e são os entes queridos que nos conhecem melhor e que estão conosco desde o momento em que o Senhor nos deu a vida.

Obviamente, cada pessoa que compõe nossa família passa pela vida de maneiras diferentes. Esta é a chave para compreender o valor de cada indivíduo e de cada membro de nosso ambiente.

Aprender uns com os outros, levando em conta que cada realidade é diferente e que vivemos de acordo com a vontade do Pai Celestial nos coloca em um destino único e belo.

Publicidad


"Irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo suplico a todos vocês que concordem uns com os outros no que falam, para que não haja divisões entre vocês; antes, que todos estejam unidos num só pensamento e num só parecer." 1 Coríntios 1:10

A chave para manter a família unida e em comunhão é o diálogo, a comunicação e o respeito. Podemos ter diferenças de pensamento e percepção da vida. As famílias são formadas por pessoas que aprendem, cometem erros e muitas vezes reconhecem seus erros através do perdão.

Harmonia e empatia serão aliados fundamentais para que possamos integrar todos os nossos entes queridos e devemos ao menos tentar nos aproximar de cada membro de um lugar misericordioso, como Jesus fez com todos os seus discípulos.

Devemos tentar nos aproximar e nos interessar pelas questões e questões que esmagam aqueles que nos cercam. Talvez possamos ajudá-los oferecendo nossas opiniões e nossa mão. Nunca se sabe se uma pessoa precisa de ajuda, às vezes o Senhor quer que sejamos instrumentos de cura para os mais necessitados.


"Mas o amor leal do Senhor, o seu amor eterno, está com os que o temem, e a sua justiça com os filhos dos seus filhos, com os que guardam a sua aliança e se lembram de obedecer aos seus preceitos." Salmo 103: 17-18

Muitas vezes a falta de comunicação ou a desconexão familiar é devida a rotinas individuais e obrigações diárias que nos fazem esquecer o mais importante: o amor.

Ser capaz de construir uma ponte entre os corações dessas pessoas nos dará uma força vital cheia de esperança e Fé.

Criar rotinas de oração, leitura da Bíblia ou simplesmente compartilhar uma passagem ou versículo nos dará uma oportunidade única de criar um espaço de diálogo, aprendizado e conexão com o Espírito Santo.


"Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.  Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar." Deuteronômio 6:6-7

Tempo de qualidade com sua família, dedicação à criação de espaços únicos para compartilhar e recuperar aquelas boas tradições que nos permitiram dialogar sem intermediários com questões que estão fora da Fé, este será um dos pilares fundamentais para melhorar a relação entre os componentes da família.

Nosso Pai Celestial nos guiará em todos os momentos e quer que nos aproximemos das pessoas da família que devemos perdoar, que temos que nos recuperar e ligar novamente. O que você está esperando para abrir seu coração com sua família?





Verso diário:


Artigos anteriores

O Descanso Universal

Planejando o brilho futuro