O Caminho para a Verdadeira Espiritualidade

Não é simplesmente uma questão de equilibrar nossas boas ações com nossos pecados, nem de acumular troféus espirituais. O relacionamento com a fé e o Espírito Santo é maravilhoso exatamente porque cada indivíduo o experimenta de maneira única, e é Deus quem, no final, julgará nossos sentimentos e Sua presença em nosso coração.


"Mas por tua grande misericórdia não os destruíste nem os abandonaste, pois és Deus bondoso e misericordioso." Neemias 9:31

Como seres criados pelo Senhor, somos naturalmente sociais, com uma necessidade inata de produzir e estabelecer conexões. Construir laços com nosso entorno e aprofundar nosso espírito são partes fundamentais do nosso desenvolvimento. Ao nos envolvermos em conversas ou diálogos, é sábio ouvir aqueles que nos questionam.

Além de sermos corteses, devemos interagir de maneira coerente, respeitando as regras gramaticais do sistema linguístico do país em que vivemos. Desta forma, tanto as palavras que emitimos quanto as que recebemos serão compreendidas e assimiladas corretamente, moldando nossas mentes ao longo de nossas vidas.

Publicidad


"À medida que se aproximam dele, a pedra viva, rejeitada pelos homens, mas escolhida por Deus e preciosa para ele, vocês também, como pedras vivas, estão sendo edificados como casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus por meio de Jesus Cristo. Pois assim é dito na Escritura: 'Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida e preciosa, e aquele que nela confia jamais será envergonhado.' Portanto, para vocês, os que creem, esta pedra é preciosa; mas para os que não creem, 'a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular.'”  1 Pedro 2:4-7

Considere, por exemplo, a diferença entre ser prudente e ser sensato. Uma pessoa prudente fala com cuidado, justiça e cautela, enquanto uma pessoa sensata age racionalmente, guiada pelo bom senso.

Nas passagens bíblicas, encontramos ensinamentos sobre ambas as qualidades, mostrando um sentido mais amplo dessas definições.

"Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo nem fiquem apavorados por causa deles, pois o Senhor, o seu Deus, vai com vocês; nunca os deixará, nunca os abandonará." Deuteronômio 31:6

As maneiras pelas quais seguimos Jesus como filhos de Deus podem variar significativamente. É importante discernir entre pessoas sensatas e insensatas. Alguns buscam parecer devotos frequentando missas e fingindo ser religiosos, sem realmente merecer a misericórdia do Pai Celestial.

Em contraste, aqueles que são prudentes têm um verdadeiro senso de fé, ouvindo e praticando a Santa Palavra em todos os momentos de suas vidas.


"Tenham uma mesma atitude uns para com os outros. Não sejam orgulhosos, mas estejam dispostos a associar-se a pessoas de posição inferior. Não sejam sábios aos seus próprios olhos." Romanos 12:16

Encontramos pessoas que se orgulham de receber louvores especiais por expressarem abertamente sua fé, esperando favores em nome de Deus. Todos nós conhecemos alguém com essas características, que começa suas orações proclamando quão devotos são, buscando um tratamento especial do Pai Celestial e alimentando um ego que só eles entendem.

Devemos ser prudentes conosco mesmos, cuidando tanto de nossos pensamentos quanto de nossas ações, sempre praticando a verdadeira essência da fé cristã.





Verso diário:


Artigos anteriores

Expandindo Nossa Vida Espiritual

Um Caminho de Esperança e Força

Guiados Pela Fé: Um Novo Começo

Sustento Divino

Transformação Interna