O Nascimento de Algo Especial

Aproxima-se um momento muito importante e devemos acolhê-lo da melhor maneira possível. Aprender a compartilhar pequenas coisas com a família, entes queridos e amigos é o presente mais precioso de todos.


"Mas o anjo lhes disse: “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo." Lucas 2:10

Quando chegamos a um determinado ponto da vida, devemos ser capazes de nos concentrar nas experiências que temos tido. Positivas ou negativas, cada uma dessas experiências nos aproximou do Senhor e dos aprendizados na fé que foram necessários para forjar nosso presente. Aprendemos, mesmo com os chamados fracassos ou adversidades.

Se conseguirmos voltar ao caminho da iluminação que o Espírito Santo nos mostra, poderemos desfrutar e compartilhar as pequenas coisas da vida com a família ou com os entes queridos que nos conhecem melhor. 

Estas são as pessoas que estiveram mais próximas de nós em nossas vidas e onde o Pai Celestial coloca toda Sua Glória.

Publicidad


"Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galiléia para a Judéia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho." Lucas 2:4-5

Se reconhecermos qualquer falha na comunicação com nossos estreitos laços, devemos tentar remediá-la em fraternidade e compreensão fraterna.

Diante do conflito familiar, devemos estar calmos e olhar para Deus para a resposta. Durante as reuniões de Natal pode haver atritos, discussões ou brigas entre parentes e lembremos que podemos enfrentar esses momentos com escuta, reflexão e otimismo.

Vamos tentar espremer todo o bem desta celebração de Jesus, com a família, amigos e entes queridos. Valorizar aqueles momentos que, embora às vezes possam parecer complicados, nos permitem estender o amor ao nosso interior.


"Mas, depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um anjo do Senhor em sonho e disse: “José, filho de Davi, não tema receber Maria como sua esposa, pois o que nela foi gerado procede do Espírito Santo.'" Mateus 1:20

Se tivermos que celebrar estas festas sem um ente querido, podemos tentar rezar para que elas façam parte da mesa e sua presença seja realizada.

Este aprendizado do desapego é uma bênção que Deus nos dá, e que as pessoas que o viveram de perto obtiveram grandes doses de Glória e felicidade, tornando-se vida pura.

No plano divino do Pai Celestial, temos um propósito maior, com uma maior capacidade de valorizar nosso destino de fé.


"Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedari." Lucas 2:6-7

Devemos nos lembrar da importância deste tipo de celebrações. Não importa como ou onde, a prioridade será dada à qualidade humana e à bondade espiritual que emerge da reunião.

É uma pequena desculpa para estar com os seres de luz que o Senhor nos permite abraçar e aqueles que vêm até nós em oração com um simples lembrete: o amor transcende todas as fronteiras e templos.





Verso diário:


Artigos anteriores

Adicionando Alegria a Nossas Vidas

Sua nova versão aguarda

Orações e Preces do mês de Fevereiro

O necessário retorno ao caminho da luz